PostHeaderIcon Cuidado com o “ls”!

Não é raro, principalmente para aqueles que tem certa habilidade com o teclado, digitar comandos no terminal de um sistema GNU/Linux trocando ou invertendo as letras. Atire a primeira pedra aquele que interage com o sistema do pinguim diariamente e nunca cometeu esse tipo de erro. Comandos com nome pequeno são as maiores vítimas desses enganos e nessa lista o "ls", seja pela frequência com que é utilizado, seja pelo seu nome composto de apenas duas letras, certamente disputa as primeiras colocações.

De tão comum é o engano em trocar o "ls" por "sl" que o último acabou se tornando um pacote de software de verdade somente para fazer com que algo diferente de um "command not found" apareça em seu terminal quando você cometer o engano de trocar as letras do comando "ls". Nesse caso, uma vez instalado o pacote "sl" (Steam Locomotive), todas as vezes que o clássico erro acontecer, uma locomotiva, desenhada apenas com caracteres, atravessa todo o seu terminal!

Em sistemas baseados no sistema de gerenciamento de pacotes APT (Debian GNU/Linux, Ubuntu Linux, etc), basta executar o seguinte comando (como super-usuário) para instalar o sl:

# apt-get -y install sl

Útil? Nem tanto. Ao menos é divertido…

3 Responses to “Cuidado com o “ls”!”

  • Marco Antonio disse:

    Achei muito interessante, mas gostaria de instala-lo em um computador com windows. Tem como?

  • admin disse:

    Olá Marco,

    não tenho conhecimento a respeito da utilização do “sl” em ambientes Microsoft Windows. Entretanto, é um aplicativo simples e pode ser, facilmemente, portado ou mesmo desenvolvido para Microsoft Windows. Só tem um problema: não existe o comando “ls” para Microsoft Windows, utilitário que o “sl” tenta brincar com o erro de digitação.

    Abraço,

    Jansen

Leave a Reply